O Circuito Caravaggio surgiu espontaneamente da iniciativa de empreendedores estabelecidos ao longo do Valão do São Lourenço e da Estrada do Caravaggio, locais colonizados, no fim do século XIX e início do século XX, por imigrantes italianos que conservam marcas da tradição dos primeiros moradores de Santa Teresa, na arquitetura, na culinária, no cultivo da uva e na fabricação do vinho.
A religiosidade é traduzida por inúmeras capelas e oratórios ao longo dos 14 km do Circuito. Entre as capelas destaca-se a do Caravaggio, no alto da serra, erguida pelos colonizadores, em 1912, em homenagem a “Madonna” do Caravaggio.
Os diferentes empreendimentos do Circuito se concentram em região de rara beleza, em sua maior parte, coberta pela Mata Atlântica, onde brotam nascentes que se transformam em sinuosos cursos d’água, que se projetam em corredeiras e cachoeiras, destacando-se entre estas a do antigo Country Club, hoje parte do Parque São Lourenço, uma das três áreas preservadas de Santa Teresa.
É um Circuito rico em belezas naturais e pródigo para os apreciadores do Turismo Ecológico e de Aventura, que tem como pano de fundo as tradições italianas.
Hoje são 15 Empreendimentos oficiais que fazem parte do Circuito e que vem se fortalecendo a cada dia.